1090

Nova Lei que fortalece hospitais universitários consolida papel da Famesp no apoio ao HC de Botucatu

[Cadastrada em: 09/04/2024 | ACI Famep]


O diretor presidente da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp), Antonio Rugolo Junior, participou na última quinta-feira, 4, da cerimônia em que o governador Tarcísio de Freitas sancionou o projeto de lei 1.719/2023, que aprimora a relação entre a administração pública e as fundações de saúde dos hospitais públicos universitários em São Paulo. Na prática, a nova norma permite às instituições mais autonomia de gestão, fortalecendo o sistema de saúde estadual e melhorando a prestação de serviço à população paulista.

Há 43 anos, a Famesp, que é uma Organização Social de Saúde (OSS), atua como interveniente em contratos de gestão de equipamentos estaduais de saúde, entre eles o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB), numa parceria que teve início em março de 1981.

A nova norma abrange os Hospitais de Clínicas de São Paulo (USP), Marília (HCFAMEMA) e Campinas (HC Unicamp), além do Hospital de Base de São José do Rio Preto, Instituto do Coração (Incor) e Instituto de Cardiologia Dante Pazzanese.

Os objetivos da legislação compreendem, ainda, a possibilidade de contratações para as atividades de ensino, pesquisa, extensão e assistência e inovação; promoção do desenvolvimento institucional; execução de contratações de obras, serviços e aquisição de materiais, equipamentos e outros insumos relacionados às atividades ligadas ao desenvolvimento de tecnologia na área da saúde.

“A Famesp já atua no apoio ao Hospital das Clínicas de Botucatu há mais de quatro décadas. A novidade é que agora este vínculo está normatizado e consolidado”, destaca o diretor presidente da Famesp.

Além do superintendente do HCFMB, José Carlos Souza Trindade Filho, participaram do evento o chefe de Gabinete do HCFMB, João Henrique Castro, e o vice-diretor da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB), Pedro Lourenção.

 

Sobre a Famesp
Atualmente, além de possuir um hospital próprio em Botucatu-SP (o Serviço de Ambulatórios Especializados de Infectologia “Domingos Alves Meira” – SAEI-DAM), onde mantém sua sede administrativa, a Famesp também está presente nas cidades de Bauru (SP), Itapetininga (SP) e Tupã (SP) fazendo a gestão de hospitais e ambulatórios médicos por meio de contratos de gestão com a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES-SP). É responsável pelo emprego de mais de 5 mil trabalhadores, das áreas operacionais aos cargos de nível superior, atendendo uma população que ultrapassa a marca de 2 milhões de pessoas.