136

Coronavírus: cuidados básicos para se proteger

- Cadastrada em: 11/02/2021, ACI-Famesp


Parece repetitivo dizer, mas as principais formas para se proteger do novo coronavírus envolvem ações simples de higiene e cuidado pessoal. Simples mas que devem ser observadas com atenção e seguidas à risca. São elas: lavar as mãos, adotar postura correta ao tossir e espirrar e usar máscara. Esses cuidados devem ser frequentes para prevenir essa e outras doenças contagiosas. Afinal, o que se sabe até o momento sobre a transmissão da Covid-19 é que costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções.

Lave as mãos

Higienize as mãos frequentemente com água e sabão ou use antisséptico de mãos à base de álcool gel 70%, principalmente nas situações abaixo:
> Após tossir ou espirrar
> Antes e depois de comer
> Ao chegar em casa
> Após usar o banheiro
> Ao deixar espaços públicos
> Antes, durante e depois de cuidar de pessoas doentes

Postura ao tossir e espirrar

> Cubra a boca e o nariz. Use os braços ou lenço descartável. Evite usar as mãos. E, se usar, lembre-se de higienizá-las.
> Se usar um lenço, jogue-o fora imediatamente e lave as mãos.
>Use, preferencialmente, lenços de papel.

Use máscaras

> Use no transporte coletivo e espaços comuns (rua, mercados e farmácias).
> A máscara deve cobrir queixo, nariz e ficar justa ao rosto.
> Não toque no pano da máscara e não a remova para falar.
> Higienize as mãos antes e após colocar a peça.
> Máscara não substitui isolamento social. Se puder, fique em casa.
> Uso é obrigatório em todo o estado. Quem estiver sem fica sujeito a multa.

📲A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo também divulga um número de telefone celular para esclarecer dúvidas sobre Covid-19 por whatsApp. É o SP Perguntas: 11 95220-2923.

(Fonte: Secretaria de Estado da Saúde, canal Coronavírus: https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus)

...............................
MATÉRIAS RELACIONADAS:
Portal Ciência disponibiliza resumos de conteúdos do que tem sido realizado na busca por soluções para amenizar os impactos da epidemia da COVID-19 no Brasil. Acesse aqui.