31

Hospital de Base integra projeto do Ministério da Saúde

Cadastrada em: 08/09/2021, Elaine de Souza - ACI Famesp


Na foto, a partir da esquerda, equipe à frente desse projeto no Hospital de Base: Geovana
Momo Nogueira de Lima, Mariane Rosseto da Costa, Daniely Santana e Bruno Hercos.


A partir desse mês de setembro, o Hospital de Base de Bauru (HBB), unidade estadual de saúde sob gestão da Famesp, passou a integrar oficialmente o projeto Saúde em Nossas Mãos, iniciativa do Ministério da Saúde realizada por meio do PROADI-SUS - Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde. O PROADI-SUS envolve projetos de educação, pesquisa, avaliação de tecnologias, gestão e assistência especializada voltados ao fortalecimento e à qualificação do SUS em todo o Brasil e, para isso, conta com a participação de grandes hospitais de excelência interessados em partilhar sua expertise com equipes de hospitais do SUS.

O Hospital de Base concorreu em duas fases, com informações de indicadores, protocolos e rotinas e práticas do que já é realizado na sua UTIs e, num segundo momento, com entrevistas sobre a instituição como um todo. O resultado da seleção foi divulgado no dia 20 de agosto.

“Esse projeto soma a expertise de um hospital grande, de referência, com as experiências de um hospital público estadual. Só hospitais que estão fazendo um bom trabalho são selecionados e nós ficamos muito felizes por isso, pois passamos por um processo de seleção e fomos agraciados”, destaca a médica infectologista Geovana Momo Nogueira de Lima, coordenadora do Núcleo de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital de Base de Bauru.

Para o triênio 2021-2023, o projeto Saúde em Nossas Mãos será conduzido nacionalmente de maneira colaborativa por seis hospitais: Hospital Alemão Oswaldo Cruz; Beneficência Portuguesa de São Paulo;  Hospital do Coração - HCor; Hospital Moinhos de Vento; Hospital Albert Einstein; e, Hospital Sírio-Libanês).  Nessa edição, 204 hospitais vão integrar o projeto, ao todo. E, juntos, vão trabalhar para reduzir infecções e melhorar a segurança do paciente que passa por internação. Durante 24 meses, uma UTI do Hospital de Base de Bauru será acompanhada e a equipe terá todo suporte educativo para aprimorar práticas seguras nesse ambiente.

“O Sírio Libanês é o Hospital de referência que irá acompanhar nossa unidade nesse projeto”, conta Geovana. De acordo com a médica, o foco será a redução de infecções nas unidades de terapia intensiva, principalmente pneumonia, trato urinário e corrente sanguínea. “A gente terá a oportunidade de aprender e também de ensinar com nossas experiências. Serão dois anos em busca de melhorias dos processos de trabalho, numa ação conjunta que também envolverá as equipes multidisciplinares do Hospital de Base, o Núcleo de Segurança Hospitalar, a coordenação da Unidade de Terapia Intensiva e de  Enfermagem”, explica.   

Na prática, grupos com 34 hospitais serão acompanhados por profissionais dos hospitais PROADI-SUS e pelo Ministério da Saúde, que serão responsáveis por sessões virtuais de treinamento, suporte contínuo e visitas aos hospitais. O primeiro encontro virtual ocorreu no último dia 30 de agosto.

..............................................................

CONTEÚDO RELACIONADO: 
📝Conheça os Hospitais Proadi-SUS